Menu páginas
TwitterRssFacebook
Menu Categorias

Publicado por em maio 6, 2014 em Bispo Inaldo Barreto, Blog, Eventos, Notícias | Ninguém comentou

Yãsha – SALVAR.

Yãsha – SALVAR.

DIA DO PASTOR
03-Maio de 2014.
TEMA DA MENSAGEM: A PALAVRA, SALVAR.
Yãsha,ישע
“Et  l´Eternel leur suscita un libérateur qui les délivra, E o Senhor suscitou o seu libertador” (Juges 3.9)
Falar para pastores um tema como esse, Salvar, pode parecer “chover no molhado”, mas a palavra, Salvar tem um sentido mais amplo do que imaginamos.

“Porquanto Eu sou contigo para te salvar!”

Jr 30. 11 a

Introdução:

A propósito da palavra Yãsha,ישע, e seus derivados aparecem centenas de vezes no Antigo Testamento. Em Árabe  o sentido da raiz é : “alargar o horizonte”,enlargement, the broadening of horizons. “alargamento, a ampliação de horizontes. essa raiz está em contraste com o tsãrar, que tem a ideia básica de “estreitar” e significa “estar limitado”, ou “afligir”. Aquilo que é espaçoso dá a ideia de liberdade, e a oferece a oportunidade de atingir o objetivo.

No Antigo Testamento, Salvar, Yãsha, tem estreita relação com a vida de cada dia, seu significado geral é Salvar, entretanto encluso no verbo outros eventos:  Ser liberto, livrar, conceder, vitória, ajudar, ser (estar) seguro, preservar, e até vingar-se.

O sentido subjetivo é: “alargar-se” ou the broadening of horizons. (a ampliação do horizonte).

O livro de Juízes fala de modo claro e contínuo do desespero de um povo, e sempre aparecia levantado por Deus um Juiz que libertava esse povo da opressão, os horizontes se abriam e eles sonhavam com um futuro melhor.

No livro de Juízes é comum você ler: ” Então os filhos de Israel clamaram a Yahweh, e o Senhor lhes enviou um salvador” ( Juízes 3.9). O primeiro foi, Otniel.

Invariavelmente a salvação se relacionava às coisas materiais, às perdas, as prisões, a opressão em geral. O livramento era, ישע Yãsha.
Além da opressão da dor física, e das contingências materiais e psicológicas que aprisionava, o homem em sim se sente em desespero.
Sem Deus no mundo o homem alivia a dor, mas não consegue escapar, rico ou pobre o desespero tem raízes profunda no ser humano.

E essa salvação só é possível por meio da fé em Cristo Jesus, nada mais consegue amenizar ou livrar. Salvar. Yãsha. O crente quando fiel, às vezes se perde no medo de perder o infinito por causa de um pecado qualquer. Qualquer falta lhe causa um horror não ao pecado, mas o medo de perder o infinito.

Mas essa é a dor subjetiva  enraizada no sentido da existência, existir, sofrer, e procurar um horizonte.

II- LIVRAMENTOS

O povo quando oprimido era liberto era Salvo. No Egito a salvação foi marcante, no deserto preservado, na Terra Prometida enfrentaram guerras e guerrilhas, conhecendo o livramento Yãsha e as aflições, e até derrotas. E a salvação era sempre em relação à terra, à vida. Eles não pensavam em uma Nova Jerusalém, esse conceito é posterior. Depois que rejeitaram o Messias, a promessa transcende e nos alcança.

Assim é o crente hoje. The faithful believer when he  falls down in sin, stays scared, full of fear, afraid of losing infinity. This is desperation. (O crente quando peca, às vezes fica cheio de medo, por medo de perder o infinito).

O PLANO DE REDENÇÃO

A.T ( Libertação de circunstâncias opressivas)
N.T. ( O Messias vem para libertar o povo. O povo esperava um libertador no calibre do Rei Davi, adorador, espiritual e guerreiro)
O Messias prega a libertação das circunstâncias opressoras, e anuncia o Reino de Deus, “O tempo é chegado, o Reino de Deus está próximo” (Mc 1.15)

A Teologia da Cruz

Paulo retoma o tema da libertação do cosmo, redenção dos homens e todas as coisas.
Os pais da Igreja retoma o tema da Redenção de toda a terra
A crise ambiental provoca o retorno ao tema.

Conclusão:

Salvar, Yãsha, é salvar de tudo o que nos oprime, desde as aflições físicas até as espirituais, invisíveis mas reais.
Quando Cristo cura, salva, quando liberta, salva. Ao curar ele ordenava, vai para a tua casa. Não temos que duvidar que essas pessoas foram salvas em todos os sentidos.  Uma cura significativa tanto quantos outras: “Recupere a visão! a sua fé o curou”..

O homem seguia a Jesus glorificando a Deus…

Alguém dúvida que ele foi salvo?

Inaldo Barreto
Bispo Primaz

Publicar uma resposta