Menu páginas
TwitterRssFacebook
Menu Categorias

Publicado por em maio 23, 2014 em Bispo Inaldo Barreto, Notícias, Sem categoria | Ninguém comentou

VONTADE E POTÊNCIA

VONTADE E POTÊNCIA

Culto de 5ª feira
21-Maio-2014.
“Allora venne a lui un lebbroso; lo supplicava in ginocchio e gli diceva: “Se vuoi puoi guarirmi” Marco 1.40

“E veio um leproso ele, rogando-lhe, e ajoelhando-se, disse-lhe:” Se você quiser, pode me fazer “Marcos 1:40

Guarire é um verbo tr. (liberare de uno male fisico o morale)

I- Um homem educado

O leproso, começa o diálogo com Jesus em termos bem educado. A partícula “oti”, é como uma pausa, um, então, pois,  ou, certamente.  Não é um começo de diálogo que estejamos acostumados na Igreja.Na verdade a continuação da conversa nos leva a considerar ainda mais em relação à educação desse homem sem nome na história do evangelho.

II-  SE ..

É a continuação de um diálogo educado, sem exigência, em plena entrega à vontade superior, “então, se”. Ninguém ora assim, nem eu nem você, e quando por acaso falamos, “mas faça-se a tua vontade”, no fundo queremos a nossa na realidade. Nossa vontade é absolutamente voltada para nós mesmos.

II- A vontade

Na linguagem do novo testamento, é “téles” do verbo Télo, Querer e desejar. Esse tema, “vontade”, domina a história do saber,  faz parte do diálogo humano na forma intimista e objetiva,  é um movimento que tende a sair para se realizar como, “vontade de potência”.

III- Poder.

O enfermo ligou duas ações fundamentais no ser humano, a liberdade vive dessa junção, vontade e poder.
Baruc Spinoza avaliava um ponto de vista em que, se algo estava, claro e distinto, então era impossível não ser aceito. A vontade estaria estabelecida pela clareza de algo bom que deveria ser feito.
A junção da vontade e do poder é um fator decisivo para o milagre, para o acontecimento de todas as formas.
Na teoria da vontade, seria o poder da mente que é hábil para escolher por sua própria causa o que foi escolhido como a melhor caminho para se fazer o melhor ato.
Para outros, a vontade tem a força do controle e determina nossas ações no contexto de desejos e intenções. Mas a teoria da vontade é mais clara.

Conclusão

Jesus respondeu: Θελω, καθαρίσθητι, “Quero, fica limpo”, mas a tradução  NIV é ainda mais enfática, “be cleansed” (ser limpo).
Vontade e potência em Jesus Cristo é sempre algo para o bem do homem e da humanidade inteira.
Bispo  Primaz I.F. Barreto
IMR

Publicar uma resposta