Menu páginas
TwitterRssFacebook
Menu Categorias

Publicado por em ago 29, 2014 em Bispo Inaldo Barreto, Blog, Eventos, Notícias, Sem categoria | Ninguém comentou

PREOCUPANTE

PREOCUPANTE

A declaração do Ministro do governo Dilma demonstra uma saudável preocupação sobre o andamento da Economia, “Tem gente sinalizando que quer mudar os rumos da economia, o que seria preocupante”   – Mantega para a Folha de São Paulo (29.08.2014).

Quando Jesus disse: “Não andeis ansiosos pela vossa vida”, (Mateus 6.25) não significa que tenhamos que deixar a vida nos levar. Isso só acontece nas músicas para nos distrair.

Na Economia não tem como aplicar o “Laissez-faire “o liberalismo levado às últimas consequências”. O que se espera da Economia dirigida pelo Estado com o seu ministro é que esse cuide dela como um gerente.

Mas não um executivo solitário que reze apenas numa cartilha sem olhar para os lados sem ouvir seus antecessores, sem perguntar , sem ouvir e sem prestar atenção máxima aos números. Economia é teoria e números.

 O PIB brasileiro que estar sendo conhecido como, “pibinho” recuou nesse mês e anuncia uma recessão, significa que os rumos da economia não estão no parâmetro do bom desempenho econômico. Não acredito que o Ministro Mantega seja incompetente, mas acredito que esteja ele atrelado a uma idéia fixa que não condiz com os melhores pensadores da república. Essa ideia é reeleição e a manutenção do “statu quo” com ele no poder. Claro.

 O professor de física Sr. Omar Donaires pergunta em seu livro: “Para que ser ve um sistema? Se espera que um sistema sobreviva como uma ferramenta de sucesso” e acrescenta a citação do eminemnte Stafford Beer: “Um sistema consiste de um grupo de elementos dinamicamente relacionados no tempo de acordo com algum padrão coerente”

 Evidentemente que não se trata apenas da visão econômica do Sr. Mantega, ele depende por exemplo do controle dos gastos públicos cujas rédeas foram soltas pelo executivo. O próprio ex-presidente admitiu ser interessante um pouco de inflação que seria melhor do que queda no consumo, e talvez por isso o governo abriu e expandiu o crédito quase sem limite, e muito mais nessa época de eleição. Agora está colhendo o que semeou “inflação e recessão iminente”. Entretanto o eminente Senhor Ministro nada pode fazer contra as decisões do executivo que precisa sair bem na foto e por isso autoriza a expansão do crédito.

Tudo é preocupante, e talvez tudo isso não preocupe tanto o ministro que se preocupa muito mais com a reeleição do chefe que lhe paga mensalmente.

 A Marina Silva tem intenção de mudar os rumos da Economia? Impossível E o Sr. Mantega sabe disso. Estive ontem num encontro com a presidenciável e nessa questão dos “rumos da economia” não haverá mudança abrupta que sem dúvida causaria impacto no PIB.

O que Marina Silva pretende é manter o sistema produtivo e ao mesmo tempo incentivar paralelamente um sistema que produza bem e melhor e ao mesmo tempo preserve o meio ambiente. As duas vias de produção. A produção de energia com o bagaço da cana ela defendeu perante os usineiros de Sertãozinho uma cidade industrial ao lado de Ribeirão Preto.

 Alguém dúvida que não temos responsabilidade nenhuma com o que estar acontecendo com a natureza? Atualmente só um cego não percebe que a entropia acelerou por conta das agressões sofrida pelo “Homo faber”.

 Preocupante é o pronunciamento do ministro orientado pelo executivo, uma forma velada de atacar sem que se perceba o atacante, a força invisível da desmoralização. Mas a candidata Marina Silva segue avançando nas pesquisas de intenção de votos até a vitória.

Bispo  Primas Inaldo Barreto

Publicar uma resposta