Menu páginas
TwitterRssFacebook
Menu Categorias

Publicado por em maio 1, 2016 em Bispo Inaldo Barreto, Blog, Destaque, Notícias | Ninguém comentou

CRISE TAMBÉM É OPORTUNDIADE

CRISE TAMBÉM É OPORTUNDIADE

Jeremias 32.27

Pãlã: coisas difíceis

A impossibilidade sempre destacou o poder de Yaweh. Quando os profetas se viam diante de um grande desafio eles pensavam nessa declaração, partindo da ideia de que, Yahweh criou céus e terra, então; nada era difícil demais para Ele. Coisa דָּבָר (dabar) alguma era muito difícil פָּלֵא “pãlã – (hard, na versão KJV) para Yahweh.

“Note que, Dabar, דָּבָר palavra, significa assunto, e coisas, negócios, respostas, causas, mandamentos, razão e coisas que se diz e se faz.

Escolhemos mais esse texto: , דָּבָר הֲיִפָּלֵא מֵיְהוָה: GÊNESIS 18.14a : “Existe algo difícil demais para Adonai?” “hai-pãlã mi-Yahweh Dabar, ? Is anything too hard for the Lord? (Existe alguma coisa muito difícil para Adonai?).

Temos dois textos, vamos começar com o de Gênesis e acrescentar posteriormente alguns contexto do Novo Testamento com relação às coisas impossíveis.

Em Gênesis é a fala de Sarah que provoca a resposta sobre a questão: “Existe alguma coisa muito dificil (pãlã) para Adonai?”. Isso por causa da sua infertilidade, estando ela em idade avançada achava muito difícil ter um filho. Essa conversa de Sarah fala muito perto para todos os problemas da família, e, de modo especial fala para quem espera um filho. De modo geral fala para toda situação da família quando entra em alguma dificuldade, casamento, divórcio, filhos, manutenção da casa, etc. Contudo, coisa difícil para o homem não o é para Deus. Você sempre vencerá com Cristo.

O texto de Jeremias fala muito para nós hoje de modo muito especial, pois fala dos problemas econômicos, Jeremias estava na iminência de ser deportado, levado cativo para a Babilônia, ainda que contasse com a simpatia do generais inimigos, ainda assim ele sofreria com o aprisionamento. Ele já pensava na distância, longe de Jerusalém. O país estava abandonado, sem o rei, sem ministros, sem planejamento econômico. É o nosso contexto hoje no Brasil, exceto que temos um

vice-presidente. No entanto ele recebe uma ordem para comprar um terreno do seu primo Henanel, ele compra porque veio a ele a palavra do Senhor, “Dabar” é a palavra. “Veio a mim a palavra do Senhor dizendo”:

אֵלַי לֵאמֹר יְהוָה-דְּבַר הָיָה, .- “haia dabar-Yahô el-i lamar”.

Jeremias então foi aconselhado a comprar esse terreno, mas ele ficou muito intrigado, iria comprar um terreno e ser levado cativo, e perguntava para si mesmo: – Como vou tomar posse, construir nesse terreno, porque vou ser levado cativo e não sei que dia voltarei para Israel? Nem sabia se voltaria. Essas sãos as questões de hoje no Brasil, os investimentos, os negócios. Enfim: Como levar meus negócios para frente quando o país está em crise?

Note que, דְּבַר “dabar” tanto é palavra como negócio, Dabar era uma palavra dada ao profeta e uma proposta de negócio e o próprio negócio. Ele tomaria posse, ainda que fosse algo muito difícil, פּלא pãlã na KJV “too hard”, isto é, muito difícil.

Do ponto vista de quem olha hoje para a Economia brasileira, parece difícil, mas quem ficar parado será atropelado, porque outros sairão correndo com seus projetos, trabalhando para que os negócios produzam o suficiente para quitar dívidas e avançar, prosperar. Se você estiver espantado com a economia do Brasil, trate de avançar, com inteligência, com reuniões, com estratégia. Novos ricos irão surgir depois dessa crise. “Crise também é oportunidade” diz um ditado chinês.

Note que esses dois contextos são mais físicos, trata das coisas terrenas, da vida, do dia a dia, do comprar, vender, doar, negociar, sempre na direção de uma vida abundante.

Já no Novo Testamento a questão é mais da metafísica. Os saduceus religiosos abastados nem pensavam na vida futura, para eles tudo se resumia no agora, comer e beber, uma boa casa, uma esposa e muito dinheiro. Por isso que aventaram a mulher que perdeu sete maridos e queriam que Jesus respondesse com qual deles ela se casaria no céu.

Pensando que a ressurreição fosse uma impossibilidade para Deus, eles admitiam também que Deus não podia tudo, não era

suficientemente poderoso, por isso Jesus respondeu:”Para Deus tudo é possível”, (Marcos 10.28-29).

Os saduceus não leram com atenção livro de Jó onde falava da esperança da vida futura, “Depois de revestido este meu corpo da minha pele, em minha carne verei a Deus” (Jó 19.27). Os salmos falam da vida futura e do silêncio, isso tudo fala da vida futura, mas os saduceus não atentaram para isso, formularam uma filosofia niilista para combater a realidade futura.

Jesus então, ensinou para eles sobre a Sarça e que Deus é Deus dos vivos e não dos mortos, então para Deus a morte não anula a existência do ser, pois ele é Deus dos vivos, para ele todos vivem.”Deu o mar os mortos que nele havia” Ap. 20.13.

Isso prova que para Deus continua como foi dito por Jesus, “para Ele todos vivem”, assim ninguém deixará de ser achado, ninguém se perderá. Você quando vai à praia com seus filhos, e a onda vem e espalha-os, então você sai correndo tentando encontrá-los e até parece que você os perdeu, logo você os encontra e fica feliz. Então imagine: O Senhor não perderá nenhum de nós, todos os que estão em Cristo Nele continuarão Nele serão achados. E os que não estão em Cristo também comparecerão. “Vi também os mortos , os grandes e os pequenos, postos em pé, diante do trono. Então, se abriram livros. Ainda outro livro, o Livro da Vida, foi aberto. E os mortos foram julgados, segundo as suas obras, conforme o que se achava escrito nos livros.(Ap.20.12).

O reverendo Ocimar de Oliveira, “mandou uma mensagem sobre a pregação de hoje cedo: Deus seja louvado pela palavra ministrada hoje sobre ressurreição. Foi muito edificante.Shalom”

Os chineses olham para a crise e enxergam também uma oportunidade, um ditado popular entre eles diz: “A paciência é uma ávore de raízes amargas e frutos doces”. Assim é esse momento onde a paciência é em parte sofrimento, mas os frutos serão doces.

Muito bem, termino esse artigo referente ao culto de hoje domingo dia de Santa Ceia, Eucaristia, ações de graças recomendando que, nesses dias precisamos usar a boa chave hermenêutica que admite a

ressurreição e prestar atenção ao momento econômico para avançar e ter um futuro ainda melhor apesar da crise.

Deus abençoe a todos!

Bispo Prmaz I.F.Barreto

Publicar uma resposta