Menu páginas
TwitterRssFacebook
Menu Categorias

Publicado por em maio 30, 2016 em Bispo Inaldo Barreto, Blog, Destaque, Notícias, Sem categoria | Ninguém comentou

A GRAÇA QUE PODE SE TORNAR NULA

A GRAÇA QUE PODE SE TORNAR NULA

Sempre se imagina que, o que é pode deixar de ser, e isso pode ser a força do progresso, do avanço, da perfeição, do trabalho com objetivo. Se a graça pode ser tornar nula, isso nos desafia a fazer com que ela esteja sempre em evidência. Ser ou não ser é uma das frases mais conhecida de Shakespeare. Todo pode projeto pode ser e não ser, dependerá de como você se comportar em relação a ele. Crie um alvo e estabeleça os detalhes para alcançá-lo, não desperdice energia com o medo de fracassar. Só vence quem não tem medo de perder, a vitória pertence ao que crer.

“Mas pela graça de Deus sou o que sou; a sua graça a mim dispensada não foi estéril. Ao contrário, trabalhei mais do que todos eles; não eu, mas a graça de Deus que está comigo”.

Paulo usou o verbo, Κενόω, – Kenów, esvaziar, destruir, tornar nulo, por isso achei que o título deste pequeno artigo poderia ser: “A graça que pode ser nula”.

Paulo introduziu esse assunto sobre “trabalhar para Jesus”, depois que falou da sua visita e admoestações à Igreja de Corinto. Ele não deixou de exortar os irmãos de que era necessário permanecer firme, guardar a mensagem na forma em que foi recebida. “transmiti-vos, em primeiro lugar, aquilo que eu mesmo recebi: Cristo morreu por nossos pecados, segundo as Escrituras. Apareceu a Cefas, e depois aos Doze. Em seguida apareceu a mais de quinhentos irmãos de uma vez, a maioria dos quais ainda vive, enquanto alguns já adormeceram. Posteriormente, apareceu também a mim como a um abortivo” (1ª Co 15. 3-7).

Então, Paulo coloca o assunto: “Trabalho Ministerial” em destaque no meio da conversa, ele se preocupava com o fato de fazer algo, trabalhar. Fazer evangelismo e ensinar era sair pregando, e, formando discípulos, acreditando que a sua palavra iria gerar vida, não pelo poder dele, mas pelo poder de Deus. Mas seria ele quem deveria fazer o trabalho acreditando que era possível. Por isso ele disse: “trabalhei mais do que todos eles”.

Aqui aparece o verbo, περισσός (perisós) na forma comparativa: περισσότερος “mais do que suficiente, abundantemente”, o mesmo verbo usado por Jesus quando falou da “vida abundante”.

Tomas de Aquino explicando a Oração do Pai Nosso, diz: “Na oração do Senhor não se diz: “Façamos a Vossa Vontade”, para que não pareça que nada realiza a graça divina, tampouco se diz “fazei a vossa vontade”, como se nada valessem nossa vontade e esforço. Eis porque o nosso Senhor nos ensinou a dizer “Seja feita a vossa vontade” com o auxilio da graça ao nosso empenho e dedicação.”

Será que entendemos isso? O texto nos alerta de que, a parte que nos cabe fazer não é para um anjo fazer, nós devemos trabalhar no reino acreditando que o nosso trabalho no Senhor não é vão.

Mas voltando para o pensamento de Paulo no texto que escolhemos para a mensagem de hoje dia 29 de Maio de 2016, podemos ver com clareza que, se não operarmos por meio da graça que nos foi dada essa mesma graça poderá se tornar nula.

O que seria uma graça “nula”? É aquela situação do crente que, se conforma com o “nada fazer” e. nem percebe que perdeu a graça que opera a vontade de Deus por seu intermédio.

Assim como ensinou Tomaz de Aquino: “Para que não venha a se orgulhar como quem faz com suas próprias forças, mas sempre confiando na graça de Deus, nem venha a ser negligente nada fazendo por conformismo”. Paulo semelhantemente diz: “não eu, mas a graça de Deus em mim”.

Então, esse trabalho fiel, do crente dedicado é feito por ele e por Ele, isto é, por meio da graça, mas com a minha efetiva participação. Que bom é trabalhar para Deus contando com a sua graça!

Graça, χαρις é benevolência,benefício, favor, e consiste em poder para fazer, então Paulo sabia muito bem que não podia ensinar, pregar, levar a pessoa ao arrependimento, convecer alguém do céu e da existência do inferno, simplesmente com a sua capacidade, por um método meramente persuasivo como uma doutrina dedutiva. Ele pregava com fé certo de que Deus operava por intermédio dele.

Se quiser saber mais sobre Graça, Carisma e outros assuntos pertinentes, consulte o livro: “A Propósito de Carismático”

Para evitar a nulidade da graça é preciso atitude, o crente precisa ser engajado e a melhor forma é participar de uma equipe, ninguém vence se não trabalhar em equipe,”.

Nossas ativiades no facebook não é a melhor forma de trabalhar para o Senhor, a internet é um meio de divulgar o que se faz, e para a Liderança uma ferramente para expor o trabalho da corporação e de alguma forma instruir como fazer.

A militância se faz ao “vivo” indo ao campo, abrindo portas para o ensino das Escrituras, esse método é tão antigo como as boas novas.

Uma corporação para ter sucesso tem que trabalhar junto, a palavra hebraico usada no salmo 133.1 é יחדיו Yahdaw, juntos. Nesse Salmo a Unidade é celebrada como coisa boa e agradável.

Numa corporação o trabalho em equipe tem a grande chance de sucesso, “A habilidade de trabalhar com pessoas é o ingrediente mais importante do sucesso” (John Maxwell).

Uma palavra pouco traduzida que acompanha a palavra “juntos”, é “gam”, e quando se pede o sentido se encontra, גמ יחדיו “gam yahdãw”, “bem juntos”, ou “de novo juntos”, “igualmente juntos”.

E um construção a favor da unidade no trabalho, quando se pensa “de novo juntos”, porque em todo trabalho, em toda empreitada, como em nosso caso em todo evangelismo, estamos de novo juntos para alcançar o sucesso. E alcançamos.

Os metodistas como parte dessa corporação devem ter em mente que, juntos seremos mais fortes do que isolados, juntos podemos manter viva a chama do avivamento, juntos somos mais do que vencedores. Lembre-se Paulo tinha uma equipe, escribas acompanhavam ele nas suas viajens, grupos de irmãos trocavam ideia, até cartas foram feitas a duas mãos. Sóstenes aparece na primeira carta aos contíntios.

Na nossa corporação pretendemos incluir uns 200 jovens no evangelismo, em nosso caso por meio do projeto PROEV, a liderança jovem da IMR tem sido perseverante e organizada na ação evangelística. Com isso podemos dizer como Paulo, “nõs nós mesmos por meio das nossas forças, mas pela sua graça que opera em nós”.

A Igeja Sede (IMR) não ficou ausente na campanha do dia 28 de maio de 2016, todos apoiaram de alguma maneira e isso viabilizou o trabalho. As irmãs e irmãos ofereceram uma excelente almoço e lanche para depois do evento. Tudo terminou as 23h00, foram 15h00 de trabalho Evangelístico.

O Senhor conta com a nosso empenho e dedicação, sejamos fiéis e não deixemos a graça perder a graça, um cristão sem a graça fica insosso. Reavivar a chama que um dia brilhou em nós é o que temos de mais importante para fazer em relação a nós mesmos, e também em consideração aos nossos irmãos.

Vamos todos trabalhar mais do que os que viveram antes de nós, mais do que os outros, vamos trabalhar sem partidarismo, sem contenda, Paulo dizia que muitos pregadores pregavam por inveja ao ministério dele, nós devemos pregar por amor a Cristo em harmonia com a nossa corporação metodista renovada.

Avante irmãos!

Publicar uma resposta